O poder do limão

Apesar do sabor azedo, característica mais marcante do limão, a fruta, ao contrário do que muitos pensam, não é ácida. O limão é alcalino e possui muitas propriedades benéficas para a saúde. Não foi à toa que a bioquímica Conceição Trucom dedicou um livro inteiro ao assunto (“O poder de cura do limão”).

Foto Limão

De acordo com Conceição, o limão auxilia no equilíbrio do pH do organismo que, saudável, é alcalino. Porém, com a vida agitada, acabamos por consumir alimentos industrializados, açúcar e ter uma rotina estressante. Tudo isso somado à falta de tempo para exercício físico dificulta a eliminação de resíduos e, consequentemente, intoxica  e acidifica nosso organismo, que vira um meio propenso à doença.

“O limão, com seus ácidos facilmente transformados em elementos alcalinizantes e com suas bases, fermentos, vitaminas, fibras e monoterpenos, contribui poderosamente para eliminar resíduos”, explica a bioquímica.

Abaixo seguem algumas sugestões de terapias com a fruta, elaboradas por Conceição.

A Terapia Intensiva

O uso intensivo é especialmente indicado nos reumatismos e doenças afins, na asma, no enfisema, nas doenças agudas e no fortalecimento do sistema imunológico.

Para este tratamento, deve ser usado fruto pequeno/médio e suculento, macio e perfeitamente maduro, da variedade que mais convier, preferentemente orgânico ou isento de agrotóxicos.O tratamento está baseado no consumo do suco puro e fresco dos limões, sendo totalmente incompatível a presença do açúcar que, é um alimento que acidifica e intoxica o sangue.

A terapia intensiva de 19 dias, que começa pela ingestão do suco de um limão no primeiro dia e vai aumentando-se a dose diária com 1 limão, ao longo de dez dias sucessivos, até perfazer o total de 10 limões no décimo dia. No décimo primeiro dia decrescem as doses em igual proporção, reduzindo 1 limão a cada dia, até que no décimo nono dia a ingestão é o suco de apenas 1 limão. Observe abaixo, no esquema dia-a-dia de como deve ser praticado este tratamento.

Naqueles dias quando são muitos os limões, e o volume de suco é elevado, a ingestão pode ser feita em apenas uma toma em jejum, ou, mais factivelmente, em 2- 3 tomas distribuídas ao longo do dia:

-Primeira toma em jejum, 20 minutos antes do desjejum;
-Uma ou duas tomas 10-20 minutos antes das refeições principais.

Dias – Limões

Primeiro 1

Segundo 2

Terceiro 3

Quarto 4

Quinto 5

Sexto 6

Sétimo 7

Oitavo 8

Nono 9

Décimo 10

Décimo primeiro 9

Décimo segundo 8

Décimo terceiro 7

Décimo quarto 6

Décimo quinto 5

Décimo sexto 4

Décimo sétimo 3

Décimo oitavo 2

Décimo nono 1

Vigésimo Fim

Um exemplo: no décimo dia serão 10 limões. Assim, tomar o suco de 4 limões, em jejum, cerca de 20 minutos antes do desjejum; de mais 3 limões, 10-20 minutos antes do almoço; e dos últimos 3 limões, igualmente antes do jantar. Não pense que este tratamento deve ser praticado igualmente por todas as pessoas. Ao contrário, existe a possibilidade de serem feitas adaptações, conforme as condições e sensações corporais de cada um. Existem pessoas que estão por demais, ou por muito tempo, intoxicadas e o processo de limpeza pode ser difícil e possivelmente doloroso. Observar que podem ocorrer as situações a seguir descritas.

A pessoa está por demais intoxicada e logo no começo do tratamento sente muito mal-estar, como acidez, náuseas, dor de cabeça, diarréia ou indisposição geral.

Neste caso, o indicado é respeitar o corpo; e repetir a quantidade de limões do dia anterior e observar. Caso os sintomas aliviem um pouco, seguir em frente na seqüência prescrita pela Terapia Intensiva. Caso permaneçam os fortes sintomas, repetir por mais 1 dia a mesma dosagem de limões e observar as reações do corpo. Se ainda assim permanecer uma sintomatologia de elevado incomodo, interromper o tratamento e recomeçar na semana seguinte do ponto zero, ou seja, com 1 limão.Aproveitar esta semana de intervalo para alimentar-se de forma mais leve e natural, ingerindo mais frutas, brotos, folhas, sementes e cereais integrais.

A Terapia Leve

Esse procedimento é indicado para as pessoas que nunca praticaram a “Terapia Intensiva do Limão” e têm medo de não conseguir levá-la até o final. Trata-se de uma terapia de adaptação ao tratamento intensivo, que pode também ser planejada sempre que necessária uma limpeza mais rápida e superficial do organismo.

Esta Terapia Leve pode ser de 3, 5 (como no exemplo a seguir), 7, 9 ou 11 dias.
Um exemplo – Terapia Leve de 5 dias

Iniciar com o consumo de 1 limão, no segundo dia são 2 limões, e no terceiro dia são 3 limões. No quarto dia reduzir para 2 limões e, finalmente, 1 limão no quinto dia.

CUIDADO

O limão em contato com a pele pode causar queimaduras se houver exposição ao sol. Após fazer seu suco, lave bem as mãos ou a parte do corpo que pode ter ficado com resíduo do líquido. O limão também pode manchar a pele se entrar em contato com o suor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s